Mulheres na computação, hackathon, rodada, technovation e etc. e como tudo isso me mudou

Ano passado depois de ter participado do Hackathon de Gênero e Cidadania da Câmara dos Deputados, conheci uma gama de mulheres super acolhederas e inspiradoras, posso citar várias, a Salete, a Daniela, a Haydee (somente online), a Camila Lainette, Camila Carneiro, a  Kamila Brito e a Camina Achutti (somente online, putz quantas C(k)amilas =P), a Jutta, a Ivy, a Wal, a Maíra, a Ana Paula, a Raquel. Foram tantas (Espero não ter esquecido ninguém!). Foi uma experiência mais que incrível, elas me abrilham os olhos para vários problemas que eu não sabia que existiam e me mostraram que a vida pode ser injusta com nós mulheres mas cabe a nós lutarmos para que isso seja melhorado. Foi uma experiência definitivamente inesquecível. (E não só pelas moças, alguns rapazes que conheci lá foram fantásticos também, pontos para o Rafa e para o Diniz que me abriu os olhos para a integração dos deficientes na informática).

Eu e algumas dessas mulheres incríveis que conheci no hackathon

Mas felizmente não acabou por aí, apesar da distância física de todas as amigas e inspiradoras que fiz no evento, continuei em contato com várias delas e isso me proporcionou coisas extraordinárias, a primeira delas foi o prêmio de mulher inspiradora de 2014 do blog Think Olga na categoria tecnologia (e confesso que fiquei bastante tímida com o prêmio, acho que falta muita coisa para eu ser de fato uma mulher inspiradora xD, mas agradeço muito a indicação). Outra coisa muito legal foi a aproximação do Poli Gen (Grupo de Estudo de Gênero da USP, eu já conhecia o grupo, inclusive já tinha uma reportagem sobre mim no site do Poli Gen, não liguem para minha cara de tímida, mas não tinha contato com eles) e isso me proporcionou fazer parte de um grupo muito legal chamado RodADA Hacker e de saber mais sobre uma competição chamada Technovation Challenge.

Eu com cara de tímida na página da PoliGEN

O Technovation Challenge foi o último e um dos mais empoderadores desafios que participei. O Technovation consiste em procurar um problema social e construir um aplicativo que possa resolvê-lo, ele é voltado para garotas do ensino fundamental e médio (e como já estou na universidade participei como mentora). Confesso que me inscrevi no Technovation sem esperar nada do mesmo, mas foi uma experiência incrível, a primeira coisa que eles me fizeram foi me linkar com um grupo de garotas do meu estado (a Paraíba, fomos a única equipe do estado) com três meninas super amáveis, a Vitória, a Samara e a Gabriela. Eu adorei tentar passar um pouco da minha experiência para elas, foi bastante divertido e desafiador. Nosso time não acabou indo para uma final, mas cada momento, cada email, cada mensagem valeu a pena 😀

Adorei trabalhar com vocês ❤

Eu sei que o meu caminho nessa área de garotas e computação é pequeno ainda, mas eu adorei o que eu já vivi até agora! Eu quero muito poder continuar trabalhando nessa área e conhecer ainda mais garotas inspiradoras e poder inspirar um pouquinho mais. Eu só tenho a  agradecer todxs que estiveram no meu caminho até aqui, isso me faz e me fez muito feliz!

Anúncios

2 thoughts on “Mulheres na computação, hackathon, rodada, technovation e etc. e como tudo isso me mudou

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s