Rio e teatro!

Quinta-Feira, 7 de março de 2013

De todos os nossos dias em Manaus, este foi o mais cansativo, mas também um dos melhores!! Acordamos mais cedo que de costume, não teríamos que estar prontas as 6 horas e não as 7, como de costume: Naquele dia iríamos conhecer o Rio Amazonas, Negro e Solimões por barco! Estava muito feliz, sempre quis ver o encontro das águas!!!

Saímos crentes que estaríamos sendo levadas para algum barquinho típico da Amazônia (aquele de três andares em que eles penduram as redes)-ia ser super legal- no entanto nos levaram para um barco que segundo a Larissa é uma espécie de “Copacabana Palace Navegante”! Mas o barco era muito legal mesmo:

Frente do Barco (tirei essa foto do site da empresa, minha camera/capacidade fotográfica não é tão boa)

A nossa viagem seguiu pelo Rio Negro, do qual vimos a nova ponte que foi recém inaugurada sobre ele, e vimos a sua imponência! O rio tem mais de 3 kilometros entre uma margem e outra! Dizer que de uma margem não é possível ver outra, acho um pouco de exagero, mas que aquilo é uma imensidão de água, bem realmente é!!

2013-03-07 08.02.00

O Rio negro e a sua nova ponte- Foto minha de celular =)

Enquanto navegamos, os cientistas do INPA não nos davam folga: Durante a ida, fizemos uma oficina sobre peixes da Amazônia, onde usei um bisturi pela primeira vez na minha vida para dissecar um peixe!!! Mas logo chegamos em um dos mais belos lugares que meus olhos já puderam contemplar: O encontro das Águas! Nossa, esse lugar é FAN-TÁS-TI-CO!!!!

Os cientistas do INPA, dentre eles uma conterrânea minha!,  nos explicaram o porque daquele fenômeno: Pelo o que eu pude entender é que as águas do Rio Negro e Solimões tem densidades diferentes, e lá os dois rios se encontram mas não conseguem se misturar- mais ou menos o que acontece com a água e o óleo!

2013-03-07 10.05.29

Encontro das águas

Na volta almoçamos num restaurante flutuante de comidas típicas, lá além de vários peixes que chamam a atenção do turista (que não eram poucos, e de várias nacionalidades, pude ver franceses, ingleses, japoneses, coreanos, entre outros) há um refrigerante que só existe no Amazonas, o Guaraná Baré:

Guaraná Baré!!!

Ainda entramos num lago para ver as Vitórias Régias, que eram lindas!!! Mas logo voltamos para a cidade e de lá partimos para um destino muito mais fantástico: O teatro Amazonas!! Este é uma das obras de arte sustentadas pela exploração das seringueiras na amazônia, um dos episódios mais interessantes da nossa história mas que foi um tanto quanto esquecido (pelo menos não falam muito dele na escola). Toda este progresso trazido pelo Latex acabou quando conseguiram fazer uma plantação de seringueiras na Malásia. Apesar disto, hoje podemos ver em Manaus uma bela paisagem trazidas por este ciclo:

Parte interna do teatro amazonas

Lateral do teatro Amazonas!

Praça e Igreja de São Sebastião nos arredores do teatro!

 

Assistimos no teatro Amazonas um ensaio de uma companhia de dança manauara! A noite terminou no shopping manauara! =D

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s